domingo, 22 de julho de 2012

Cordel em Minas

O olhar de Agrinez Melo sobre nossa passagem por Minas Gerais.

Crédito da Foto: Thomás Aquino


O movimento leve e continuo das águas do São Francisco embalam e conduzem o espetáculo Cordel do Amor sem Fim, até o estado de Minas Gerais.
Como filete de água que brota nos varios pontos da nascente do Opará, e se torna abundante e forte a cada subida em direção a seca do Nordeste para trazer esperança ao povo sofrido e marcado pelo sol e calor. O espetáculo Cordel do Amor Sem Fim encontra-se com seu eu,no nascer do belo Chico,no ritmo da matriz africana do espetáculo,na batida do pilão,no cair das cachoeiras...no sorriso e emoção do publico que é o mesmo na constatação de sua nascente.

A nascente oficializada pelo IBAMA - MG - Foto: Thomás Aquino
Transparência das águas do São Francisco - Foto: Thomás Aquino

A circulação do Cordel chega as cidades mineiras de São Roque de Minas,cidade do queijo e lugar que guarda a nascente do São tão Francisco e Januária cidade turística e contrastante entre seca e umidade.Cidades vivas de gente que apoia.

Por tanta emoção e hospitalidade, o grupo O Poste gostaria de agradecer ao lindo público das cidades de São Roque de Minas, a Secretaria de Assistencia Social do Município na pessoa do Sr.Raul e ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) na pessoa de Michelle Prata(assistente social) e sua atenciosa equipe.

Sr. Raul - Representante da Assistência Social de S. Roque de Minas

Em Januária nosso agradecimento especial e emocionante vai para a gente sofrida, viva, forte e de lágrimas sinceras... vai para o publico atencioso,vai para o SESC Januária, principalmente para a gerente, a guerreira Rosalina Aparecida, para a bela e doce Lais Eveline e a secretária de cultura Judith Jaques.

Público atencioso em Januária (MG)
O Rio São Francisco em Januária (MG)

É isso. Muito obrigada.
Agrinez Melo - atriz e sócia do Poste.


Nenhum comentário: