segunda-feira, 11 de junho de 2012

Propagando o Cordel

Queridos,

Ao longo das postagens é possível acompanhar os meios de divulgação utilizados para divulgar o espetáculo Cordel do Amor sem Fim nas cidades contempladas com o projeto de circulação.
Vamos aproveitar esta postagem pra falar como foi a divulgação nas cidades de Cabrobó e Belém de São Francisco e dividir com vocês, como se dá todo o processo de divulgação do espetáculo neste projeto.

Bom...
Pra começo de conversa, durante o planejamento das ações do projeto, nós vimos a necessidade de contarmos com a presença de produtores locais que dão suporte ao Poste neste trabalho de divulgação nas cidades. 
Em Pernambuco, nós contamos com a parceria do querido Edvaldo Franciolli, que fez um brilhante trabalho junto as Prefeituras de Cabrobó e Belém de São Francisco.

Nestas cidades (assim como nas outras) O Grupo O Poste, tem realizado divulgação em escolas, entrevistas em rádios locais além de contar com divulgação impressa (jornais, cartazes, faixas), carros de som e a melhor e mais eficiente divulgação: o boca a boca!!! 

Eliz e Naná na divulgação nas Escolas
Não podemos deixar de agradecer o apoio cultural das Prefeituras de Cabrobó (na pessoa de Sônia Pires - Diretora de Cultura) e de Belém de São Francisco (na pessoa de Núria Caribé - Secretária de Assistência Social).

O resultado tem sido bem positivo. Estamos contando com um bom público durante as apresentações e temos recebido boas críticas ao nosso trabalho publicado em jornais e sites locais.


Falando nisso... Segue os links com notícias sobre o Cordel nestas cidades:

Público em Cabrobó - PE
Público em Belém de S. Francisco - PE
Divulgação nas Escolas de Belém de S. Francisco
Equipe do Cordel com o Prefeito de Belém e sua Equipe













quinta-feira, 7 de junho de 2012

Circulando por Pernambuco

Gente querida,

Olha nós aqui outra vez!!!

Então meu povo amado, a circulação do Cordel através do Prêmio Myriam Muniz de Teatro tá chegando na metade do caminho. Desde abril estamos na estrada e ao longo desse período já passamos pelos Estados de Alagoas, Sergipe e chegou a vez do nosso Estado de coração: PERNAMBUCO.

Escolher as cidades contempladas com o projeto, não foi tarefa das mais fáceis, pois temos  o grande desejo de levar o Cordel pra muitas cidades ribeirinhas do nosso Estado. Mas.. como tivemos que optar por duas cidades, as escolhidas foram: CABROBÓ e BELÉM DE SÃO FRANCISCO.

Sobre as cidades:

Cabrobó - Município brasileiro do estado de Pernambuco, localizada no sertão do São Francisco.. A Cidade é ponto de partida do eixo norte da Transposição do Rio São Francisco, e tem a agricultura como fonte de Renda principalmente produtos como Arroz e Cebola. Segundo registros históricos, inicialmente viviam na região índios das tribos Truká ePancararus. O nome Cabrobó é de origem indígena e significa "árvore ou mato de urubus". Vem de "caa" - árvore e "orobó" – urubu. 

Cabrobó pelas lentes de Thomás Aquino

Belém de São Francisco - Está inserido nos domínios da bacia hidrográfica do Rio São Francisco, que banha o sul do município e do Grupo de Bacias de Pequenos Rios Interiores Situado às margens do rio São Francisco, o município tem como principais atrativos os passeios de barco e catamarã, que têm como fim de percurso a ilha fluvial de Caxaiú, propícia para banho e lazer.
O folclore do município também é marcado pela malhação de Judas, na Semana Santa; pelo pastoril, no Natal; e pelas Rodas de São Gonçalo. Esse último acontece com freqüência no mês de janeiro, na área rural do município, onde devotos de santos pagam suas promessas cantando e dançando ao som da zabumba, triângulo e sanfona.

Entardecer em Belém de São Francisco por Samuel Santos