sábado, 14 de janeiro de 2012

QUEM É SAMUEL SANTOS?


Samuel Santos é um dos diretores mais premiados na atualidade do teatro pernambucano. Diretor e professor de oficinas e cursos de teatro na cidade e espetáculos adultos e infantis. Tendo na sua formação cursos  e oficinas com: Antunes filho, Cybele Forjaz, Antonio Abujamra, Roberto Lúcio, João Denis José Manoel, Bárbara Heliodora , Marco Camarotti dentre outros  .Trabalha também como autor, é de sua autoria o monólogo “Riso Flora – A História de Uma Drag Queen”, montado em 2000, pela Chaplin e Galharufas Produções, espetáculo esse premiado com “Melhor Ator”, sendo ainda indicado para Diretor e espetáculo, no Festival de Monólogos de Teresina, no Piauí, no ano de 2003. Adaptou com extrema habilidade, o texto “A Terra dos Meninos Pelados”, de Graciliano Ramos, em 2002; com essa peça, ganhou notoriedade e respeito de todos os que fazem o teatro no Estado: 09 prêmios no Janeiro de Grandes Espetáculos/2003, dentre os prêmios, os de Melhor Espetáculo, Ator, Atriz, Direção e Adaptação da obra! No ano seguinte, monta com o Grupo Teatral Arte Em Foco o espetáculo “A Cantora Careca”, agraciado no ensejo, com a honraria de representar o Nordeste no Concurso Criação Teatral Volkswagen, em São Paulo onde se apresenta no teatro municipal e com a mesma peça é representante de Pernambuco no Rio de Janeiro  dentro do projeto “Mercadão Cultural” . Com  o espetáculo “ Não Feche os Olhos Esta Noite”, de Paulo de Oliveira Lima, é  vencendo no Janeiro de Grande Espetáculos/2003,  no ano de 20006 monta o espetáculo infantil  de sua autoria ‘ O Amor de Galo pela Galinha D’água” e ganha melhor espetáculo, sonoplastia, ator coadjuvante , iluminação alem de  11 indicações. No ano de 2009 ganha com outro  espetáculo infantil de sua  autoria “ “Historinhas de Dentro”   os prêmios de melhor Diretor, autor e melhor espetáculo júri popular no festival janeiro de grandes espetáculos e na 5ª Pochade Teatral – Festival de Esquetes do Recife  ganha melhor diretor com a esquete “ Discurso na Ponta da Língua  . 
         Diversas vezes participou de Leituras Dramatizadas e montagens de espetáculos adaptados de colagens de poemas de autores pernambucanos, pelo SESC, no Projeto “Poetas da Terra”, dentre eles: “Com Um Girassol Vermelho na Mão”, de Marcelo Mário Melo, em 2004; “Um Sorriso Sobre o Oceano com Poemas Vestidos de Amor, de Lourdes Sarmento, em 2005 e, , dirigiu as leitura dramatizada do texto de André Filho: “Outra Vez, Era Uma Vez” e “Prometeu Acorrentado” de Esquilo
                         Samuel dirigiu  também: “A Falecida”  de  Nelson Rodrigues , em 2000 e  em 2003, monta o “Menino Minotauro”, de Luís Felipe Botelho”; “Minha Infância Querida”, de Maria Clara Machado,  “São Bernardo”, de Graciliano Ramos; e o texto lo “O Circo Rataplan” de Pedro Veiga com a refletores produção,  “O Auto da Barca dos Mundos” e o “Bom Samaritano” de Hermilo Borba Filho. No ano de 2008 dirige  “Três Causos de Castro Alves espetáculo “ de Alan Sales e Morse lira Neto
                        Como ator de teatro, trabalhou em: ‘Peter Pan’ direção de Manoel Constantino, “O Hipopocaré “ direção de Carlos Carvalho, “Minha Infância Querida “ de Maria clara Machado, direção Carlos Sales, e com vital Santos atuou em  “ Concerto para Virgulino sem Orquestra “, O Príncipe dos Mares de Olinda contra a Fúria das Águas, Uma Canção para othello e Rua do lixo 24 . trabalhou também em  “Memórias Póstumas de Brás Cubas “, de Machado de Assis ,” Dois Perdidos numa Noite Suja “, de Plínio Marcos com direção de normando Roberto Santos dentre outros.
 Atua também em cinema e vídeo desde 1999. Tendo feito  “Amarelo Manga dirigido por Cláudio Assis. Com Camilo Cavalcante destaca sua participação no curta metragem para vídeo “Matarás”, com Camilo destaca também: “Ocaso”, “A História da Eternidade” (preparação elenco) e “Rapsódia Para Um Homem Comum”. e “O Presidente dos Estados Unidos”. Foi dirigido por Aluisio Abranches no filme: “As três Marias”, por Tiago Melo em O Homem que Viveu Metade da Vida e a Outra metade Passou Relembrando. E destaca também sua participação no filme dirigido por Daniel Bandeira “ Amigos de Risco” Como oficineiro desenvolve trabalhos na área de improvisação e interpretação teatral com oficinas em: Alagoas pelo SESC, em Recife pela , Carpina pela prefeitura do mesmo município, Taquaritinga do Norte e Triunfo pelo festival Nação cultural do governo do Estado de Pernambuco.

                                                                         
Atualmente dirige o espetáculo adulto “Cordel do Amor sem Fim”. Com O Poste Soluções Luminosas.














Nenhum comentário: